Sindroma de Apneia Obstrutiva do Sono

O sindroma da apneia obstrutiva do sono - SAOS, é um problema da saúde pública que, no espaço de cerca de três décadas passou, de quase desconhecido, a muitíssimo presente na comunidade.

Silicose

A silicose é a mais conhecida doença profissional de causa inalatória. Se é, na actualidade, uma doença pouco frequente, há algumas décadas, o número de afectados era muito grande.

Refletir o Dia Mundial da Asma em ambiente COVID-19

A FPP intervém, estatutariamente, por todas as formas, na prevenção das doenças respiratórias, pugna pela universalidade e equidade no acesso aos cuidados de saúde respiratórios e defende os direitos e interesses dos cidadãos afectados, por essas patologias.

Vacine(-se)

Na Semana Europeia da Vacinação, relembro a importância da prevenção de doenças graves como a pneumonia.
Prof. Dr. José Alves
Artigo publicado no Jornal Médico

Infeção Covid-19

Acompanhamento da evolução diária epidemiológica nacional

A Fundação Portuguesa do Pulmão, com o objectivo de permitir um melhor acompanhamento da situação epidemiológica nacional da infecção Covid-19, publica diariamente os dados disponibilizados pelas autoridades da Saúde.

Dia Europeu do Ex-Fumador

A data é celebrada a 26 de setembro em todos os Estados-Membros da União Europeia, com o objetivo de felicitar todos os que se tornaram ex-fumadores ou que deram os primeiros passos para deixar de fumar.

O que é a Reabilitação Respiratória e quais os seus benefícios?

As doenças respiratórias crónicas, de que são exemplos a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) e a fibrose pulmonar, têm importantes consequências negativas para os doentes com perda de qualidade de vida.

Quinze regras para deixar de fumar

O hábito de fumar está associado a níveis elevados de doença e de mortalidade. Relativamente à primeira, o tabaco é a atual principal causa de doença evitável. O tabagismo é responsável por 10% da mortalidade global.

Amianto e doença respiratória

Até praticamente ser banido em todo o mundo, o sucesso do amianto deveu-se às características das suas fibras, que apresentam uma elevada resistência ao stresse mecânico, às elevadas temperaturas e às agressões ácidas, alcalinas e bacterianas.


PATROCINADORES