Doenças respiratórias crónicas em Portugal. Estratégias, intervenções e desafios

Ouvido um conjunto alargado de Membros da Fundação Portuguesa do Pulmão, com especiais responsabilidades na área das Doenças Respiratórias Crónicas, foi elaborado um documento que pretende ser um contributo da Fundação Portuguesa do Pulmão para a definição das Estratégias e Intervenções sobre as Doenças Respiratórias Crónicas em Portugal, no momento em que se prepara o novo Plano Nacional de Saúde e se aproximam as datas de importantes reuniões da OMS, nas quais o tema será abordado.

O tratamento do doente insuficiente respiratório crónico

Respiro logo vivo!

A respiração, função desempenhada pelo pulmão, é essencial à vida. Se há falência do órgão desempenhar a sua função de oxigenar o sangue e de o libertar do dióxido de carbono, a vida está em perigo.

É perante esta realidade que devemos encarar a relevância das medidas terapêuticas que procuram colmatar a insuficiência respiratória e definir a melhor forma de as executar. Entre estas medidas, no doente insuficiente respiratório crónico, salientam-se a oxigenoterapia e a ventiloterapia domiciliárias.

Ler mais

Contrato público de aprovisionamento com vista à prestação de serviços médicos às instituições e serviços do serviço nacional de saúde - concurso público nº 2012/102

Fundação Portuguesa do Pulmão considera ser também sua missão assumir a função de Provedor da Sociedade Civil na defesa da Saúde Pública, em particular da saúde respiratória, e dos doentes respiratórios, no que concerne aos seus direitos e à qualidade dos serviços que lhe são prestados. Nesse sentido decidiu emitir uma tomada de posição.

PATROCINADORES