A DPOC e a Pneumologia


A DPOC - doença pulmonar obstrutiva crónica - é a designação de um conjunto de doenças respiratórias que, sendo muito frequentes, foram relativamente desvalorizadas no passado. Se a tuberculose foi durante décadas "a doença pulmonar", e esteve ligada ao surgimento da especialidade da Pneumologia, e a asma brônquica foi nos últimos 30-40 anos a doença respiratória que mais interesse suscitava, e para as quais se deram avanços importantes para o seu tratamento e controle, a DPOC só nas últimas duas décadas ganhou o protagonismo que a sua importância tem na comunidade.

A DPOC engloba quadros de obstrução crónica que se designavam anteriormente por bronquite crónica obstrutiva e enfisema pulmonar. É sobretudo a bronquite crónica que, não suficientemente valorizada, se deixava avançar até estados com obstruções brônquicas graves e irreversíveis; também os doentes não valorizavam muito as queixas de bronquite (pois que, sendo na sua maioria fumadores, até não estavam com vontade de reconhecer a instalação do problema de saúde que os ia afectando).

A asma é uma doença que evolui por crises reversíveis, com obstrução brônquica e a consequente pieira e falta de ar, que surgem aflitivas e depois vão passando, voltando recorrentemente; a DPOC é um conjunto de afecções respiratórias em que a obstrução dos brônquios se instala lenta e progressivamente - e portanto, menos detectável - e quando se toma consciência do problema ele já vai avançado e muitas vezes menos reversível do que na asma.

Por causa da sua instalação insidiosa é importante diagnosticar a DPOC precocemente, tomar medidas preventivas - não fumar, tratar as infecções respiratórias, fazer a vacinação antigripal, etc e tratar os sintomas de obstrução logo que começam a surgir. A DPOC é hoje em dia um dos focos principais dos serviços de saúde em geral e da Pneumologia em particular; só uma intervenção regular e eficaz poderá melhorar a saúde respiratória da comunidade no futuro.

Artigo publicado em "A voz dos reformados" setembro/outubro 2018
por Dr. José Miguel Carvalho



PATROCINADORES