1 de agosto - Dia Mundial do Cancro do Pulmão


No dia 1 de agosto celebra-se o Dia Mundial do Cancro do Pulmão, pretendendo-se chamar a atenção para a forma de cancro mais letal para a humanidade.

Assim, a Fundação Portuguesa do Pulmão vem chamar a atenção para os seguintes factos:

  • No cancro do pulmão é de 4 a 10 meses o tempo decorrido entre o início dos sintomas e a primeira consulta com o médico assistente;
  • Aquando do diagnóstico mais de 60% dos doentes estão em fase avançada do cancro;
  • Apenas 16% dos doentes sobrevivem mais de cinco anos após o diagnóstico.


Convidamos todos os portugueses a alterarem este quadro. Assim, a existência de:

  • Tosse persistente ou alteração das suas características habituais;
  • Expetoração mucosa (branca) ou mucopurulenta (amarelada) persistente acompanhando a tosse;
  • Expetoração com sangue ou com fios de sangue que persiste dias ou semanas;
  • Dor torácica desconfortável e intermitente;
  • Cansaço progressivo;
  • Falta de apetite e perda de peso;
  • Combinação de vários destes sintomas;

são sinais de alerta de que algo não está bem, sobretudo se for fumador ou ex-fumador. Nestes casos, deve procurar o seu médico assistente ou um especialista. Não adie a consulta. Diagnosticado precocemente e com as terapêuticas hoje disponíveis o controlo do cancro do pulmão é possível.

Vamos mudar a história natural do cancro do pulmão. O primeiro passo é seu.

Texto publicado por Fundação Portuguesa do Pulmão



PATROCINADORES