voltar

Desportos certos contra a asma

Por Dr. Jaime Pina - Revista Saúda

O doente deve escolher uma actividade que lhe dê prazer.
A relação da asma com a actividade física não é evidente. É importante fazer exercício mas há formas de asma desencadeadas por fazer desporto: é a asma induzida pelo exercício. O próprio exercício ou as condições ambientais são as causas mais frequentes para desencadear crises. Ar muito seco, muito frio, muito quente. Ar poluído ou grande concentração de alergénios, como os pólenes em dias ventosos de Primavera. Todas estas situações podem levar os brônquios a reagir com espasmo.

É sempre desejável o doente asmático praticar exercício. O exercício ajuda a treinar os músculos respiratórios, melhora os mecanismos de drenagem brônquica, aumenta a capacidade respiratória e a tolerância ao esforço. A actividade física faz parte do programa de controlo do doente asmático.

A pergunta "Qual o tipo de exercício ideal para o doente asmático?" tem muitas respostas. A mais importante é: "praticar o que lhe dê prazer". Por vezes, a opção não é a ideal. O ciclismo, o atletismo, ou os desportos de Inverno são praticados em condições ambientais muito difíceis, normalmente. Mesmo nestes casos, desde que haja um bom controlo da doença e um treino adequado.

Mas há desportos a evitar. Os asmáticos alérgicos aos pólenes não devem praticar desportos ao ar livre durante a Primavera: nesta estação devem optar por desportos indoor. Também a equitação não é adequada para quem tenha sensibilidade ao pêlo do cavalo ou aos alergénios presentes na palha. Idealmente, preferimos que o doente pratique exercício em ambientes quentes e húmidos. Longe dos pólenes, dos ácaros e da poluição. Os desportos aquáticos são os mais adequados. Sobretudo a natação, o desporto ideal do doente asmático.
Os efeitos negativos do cloro na água das piscinas estão em vias de resolução com a progressiva substituição deste método de desinfecção por outros mais inócuos. 
O asmático deve praticar actividade física regular mediante um plano de controlo da doença. Se for atleta de alta competição, entrega ao Conselho Nacional Antidopagem (CNAD) um formulário próprio preenchido pelo médico. É a forma de assegurar que os medicamentos utilizados em manutenção ou em controlo de crises não sejam considerados doping. Muitos dos vencedores de medalhas olímpicas são asmáticos. A doença não os impediu de serem os melhores. Se é asmático, não fique sentado no sofá a ver televisão. Fale com o seu médico e receba orientações para uma correcta prática de exercício físico. 
Mexa-se.

PATROCINADORES